Dentro da casa em que os pais mantinham seus 13 filhos em cárcere privado

Por Metro Internacional
Em várias ocasiões, casal renovou os votos matrimoniais | Foto: David-Louise Turpin/Facebook - BBC
Dentro da casa em que os pais mantinham seus 13 filhos em cárcere privado

O caso dos pais que mantinham seus 13 filhos acorrentados em cárcere privado chocou o mundo essa semana. O casal foi preso em Perris, na Califórnia, na última segunda-feira (15), depois que uma das vítimas, de 17 anos, conseguiu fugir da casa.

Leia mais:
O que se sabe sobre os Turpin, a “família feliz” que manteve os 13 filhos presos na Califórnia
Por que autoridades não desconfiaram de casal que aprisionou 13 filhos na Califórnia

Louise Anna Turpin e David Allen Turpin mantinham os filhos, que tinham entre 2 e 29 anos de idade, famintos, sujos e, muitas vezes, acorrentados à cama.

O jornal 11 News conseguiu entrar na casa onde a violência ocorria e divulgou algumas imagens da situação precária em que as crianças eram obrigadas a viver.

f3-cda1c1bec534c705cb429868fd99d3e6.jpg

Kimberly Milligan, vizinha da família Turpin, revelou em entrevista ao jornal Los Angeles Times que muitas coisas eram estranhas "naquela família": as crianças "eram muito pálidas, tinham o olhar vazio e nunca saíam para brincar, apesar de serem numerosas".

"Eu achava que eles estudavam em casa", crescentou Milligan. "Sentíamos que havia algo estranho mas não queríamos pensar mal daquela gente.

Veja algumas fotos da casa da família Turpin:

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo