Veja o parque aquático de Kim Jong-un, onde só a elite norte-coreana pode ter acesso

Por Metro Internacional
Reprodução / Pen News / Ariel Shalev
Veja o parque aquático de Kim Jong-un, onde só a elite norte-coreana pode ter acesso

Uma série de fotos do Parque Aquático Munsu, em Pyongyang, na Coreia do Norte, foi divulgada.

De acordo com o Daily Mail, o parque só é frequentado pela elite do país, já que para aproveitar apenas quatro horas da atração a pessoa precisa desembolsar nada menos que um terço do salário médio semanal de um funcionário norte-coreano.

O custo das quatro horas é de quase 10 dólares e a renda média da população, por semana, é de US $ 32.

No entanto, os turistas dizem que é um dos melhores lugares para visitantes conversarem com os moradores locais, algo que muitas vezes é visto com desconfiança por essas pessoas e até pelas autoridades fora desse local.

Foto Reprodução / Pen News / Ariel Shalev

"Para mim, o parque aquático de Pyongyang foi o melhor lugar para se misturar com os habitantes locais", reconheceu Ariel Shalev, de 32 anos, de Israel.

O complexo possui piscinas interiores e outras piscinas exteriores. Uma grande variedade de tobogãs e máquinas que causam ondas. Além disso, o complexo possui uma academia de dois andares.

Foto Reprodução / Pen News / Ariel Shalev

A construção do parque foi autorizada pelo ditador norte-coreano Kim Jong-un, que também exigiu que ele fosse realizado em Pyongyang, capital da Coreia do Norte.

Apesar de ser uma atração, o parque não está isento do culto da dinastia de Kim: os visitantes devem se curvar à estátua de Kim Jong-il, pai de Kim Jong-un, que fica na entrada do complexo.

Veja mais fotos:

Loading...
Revisa el siguiente artículo