Reino Unido nomeia secretária para combater a solidão

Tracey Crouch irá trabalhar para estabelecer estratégia governamental; problema afeta 9 milhões no país, particularmente idosos.

Por BBC Brasil
Reino Unido nomeia secretária para combater a solidão

A primeira-ministra britânica, Theresa May, nomeou nesta quarta-feira uma "secretária da Solidão", encarregada de buscar soluções para o problema.

A secretária apontada, Tracey Crouch, disse estar orgulhosa de ter sido escolhida para enfrentar o que chamou de "desafio geracional" que, estima-se, afeta cerca de 9 milhões de pessoas no país, nas mais diversas faixas etárias.

A premiê Theresa May disse que a secretária irá trabalhar em conjunto com o Comitê da Solidão – um órgão que já existia antes da nomeação de Crouch -, além de organizações não governamentais e empresas, com o objetivo de estabelecer uma estratégia para combater o problema.

Um relatório divulgado no ano passado indicou que o impacto negativo da solidão sobre a saúde pode ser semelhante ao de fumar 15 cigarros por dia.

9963676499627419gettyimages542951740-6d49b7e95988ca6e410fed107678dd0e.jpg A solidão no Reino Unido afeta principalmente os idosos / Getty Images

Idosos

Apesar de ser registrada em todas as idades, a solidão no Reino Unido afeta acima de tudo pessoas com mais de 75 anos.

Estima-se que metade das pessoas nessa faixa etária vivam sozinhas no país – muitas dizem passar dias e mesmo semanas sem nenhuma interação social.

A recém-nomeada secretária, de 42 anos, disse à BBC que um fundo milionário será usado para criar uma estrutura contra a solidão dos britânicos no futuro.

Tracey Crouch reconheceu que fechamento de bibliotecas e centros de lazer por parte das autoridades locais representa um desafio nesse sentido.

Por outro lado, a secretária disse não achar que exista uma única solução para o problema.

Entre as iniciativas, o governo anunciou que o Escritório Nacional de Estatísticas vai elaborar um método para mensurar a solidão.

©
Loading...
Revisa el siguiente artículo