A dura recuperação dos 13 irmãos mantidos em cativeiro pelos pais

Por Metro Internacional
BBC
A dura recuperação dos 13 irmãos mantidos em cativeiro pelos pais

Os 13 irmãos desnutridos resgatados do confinamento submetido por seus pais em uma casa na Califórnia, Estados Unidos, foram levados a um lugar seguro para começar o que será uma recuperação longa e difícil. Enquanto isso, a polícia investiga o chocante caso de abuso.

Leia mais:
Como a polícia libertou 13 irmãos mantidos em cativeiro pelos pais na própria casa nos EUA

David Allen Turpin, de 57 anos, e sua esposa, Louise Anna Turpin, de 49 anos, foram presos por suspeita de tortura das terríveis condições em que mantinham seus filhos, entre dois e 29 anos.

A polícia encontrou três meninos algemados com correntes e cadeados em sua casa depois de receber uma chamada de emergência para 911 de sua irmã de 17 anos, que conseguiu escapar. A jovem estava tão "magra" que os oficiais primeiro pensaram que ela era uma criança.

Os oficiais inicialmente acreditaram que o resto dos irmãos eram menores de idade, mas ficaram chocados ao descobrir que sete deles tinham entre 18 e 29 anos de idade. Os 13 irmãos foram levados para hospitais da região, tratados por desnutrição e submetidos a outros exames de diagnóstico.

"As necessidades a longo prazo dessas crianças serão psicológicas e psiquiátricas devido aos períodos prolongados de fome e abuso", disse Sophia Grant, diretora médica da unidade de abuso infantil no Riverside University Health System.

Mark Uffer, diretor do centro médico regional Corona, onde as vítimas com mais de 18 anos foram hospitalizadas, descreveu seu estado como "estável". "Eles estão confortáveis ​​e em um ambiente muito seguro", disse o profissional.

"Eles tiveram uma experiência muito traumática, posso dizer que são muito gentis, são muito cooperativos e acho que eles esperam que a vida melhore depois disso", contou Uffer.

Turpin Reprodução / Divulgação
Loading...
Revisa el siguiente artículo