Primeiro casamento gay da Austrália tem noiva de 85 anos com câncer terminal

Por Metro Internacional

Na primavera de 1979 o amor chegou para Anne Sedgwick e Lyn Hawkins, que se conheceram em uma casa noturna.

Quase 40 anos depois, o casal de Lower Chittering, na Austrália, finalmente pode se casar e ser o primeiro casal LGBT a oficializar a relação após a nova lei que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

A conquista, contudo, tem um sabor agridoce para elas. Já que Lyn, com 85 anos, está enfrentando seus últimos dias contra um câncer de ovário. Esse foi motivo pelo qual o casal se tornou exceção e pode casar sem ter que esperar os 30 dias requeridos para os outros casais.

“Como não podíamos casar antes disso (a aprovação da lei) não podíamos dizer ao mundo que estamos aqui, que nos amamos e que queremos oficializar”, disse Anne, de 70 anos, ao jornal Perthnow.

Segunda cerimônia

O casal conta que em 1980 celebraram a união como em uma cerimônia comum, mas sem nenhum tipo de documentação ou legalidade.

"Quando ficou claro que a lei seria aprovada, perguntei a Lyn novamente se ela se casaria comigo e ela imediatamente disse que sim", completou Anne.

Após passar por muitas sessões de quimioterapia e radioterapia, Lyn parou os tratamentos em setembro do ano passado e decidiu "correr o risco". Para ela, a aprovação do casamento entre pessoas do mesmo sexo foi uma grande conquista.

"Estávamos esperando que a legislação mudasse. Somos um casal normal de pessoas que querem demonstrar seu amor mútuo ao se casar e ter as mesmas oportunidades que qualquer outra pessoa", declarou Lyn.

O casal realizou a cerimônia em uma pequena reunião de 30 pessoas, no seu restaurante favorito que havia fechado há semanas, mas voltou a abrir para a ocasião especial.

Congratulations Lyn and Anne! 🎉🏳️🌈👩❤️💋👩 ❤️

Posted by PerthNow on Saturday, December 16, 2017

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo