Trem que descarrilou nos EUA circulava muito acima da velocidade permitida

Por Agência Brasil
Reuters
Trem que descarrilou nos EUA circulava muito acima da velocidade permitida

O trem que descarrilou nesta última segunda-feira (18) em DuPont e caiu sobre uma estrada no estado de Washington, no noroeste dos Estados Unidos (EUA), circulava a 128,7 quilômetros por hora em uma área onde deveria passar a 48,2 quilômetros, segundo dados oficiais divulgados nesta terça-feira (19).

A porta-voz da Junta Nacional de Segurança no Transporte, T. Bella Dinh-Zar, disse, em entrevista, que os dados foram obtidos da caixa preta da locomotiva do comboio que viajava entre Seattle e Portland. O acidente deixou pelo menos três mortos e dez feridos.

Leia mais:
Trem descarrila sobre estrada e deixa feridos nos Estados Unidos
Astronautas dos EUA, Rússia e Japão chegam à estação espacial internacional

No acidente, 13 dos 14 vagões do comboio 501 descarrilaram na viagem inaugural e alguns acabaram na autoestrada I-5. Era hora do rush.

O acidente aconteceu nos arredores da localidade de DuPont, a 80 quilômetros ao sul de Seattle. Um dos vagões, fabricados pela espanhola Talgo, ficou suspenso entre a ponte e a estrada.

Vários automóveis se chocaram após o descarrilamento do comboio, o que deixou feridos entre os motoristas e passageiros dos carros.

O serviço ferroviário Amtrak informou que no comboio 501, que cobria o trajeto inaugural da nova rota e que tinha saído às 6h de Seattle, viajavam 77 passageiros e sete funcionários da companhia de transporte.

A nova rota faz parte de um programa para melhorar e acelerar as comunicações na área. O programa custou US$ 800 milhões, de acordo com dados divulgados pelo Departamento de Transporte do estado de Washington.

Loading...
Revisa el siguiente artículo