Mulheres sauditas também poderão dirigir motos e caminhões

Por Ansa

Autorizadas a dirigirem carros a partir de junho de 2018, as mulheres da Arábia Saudita também poderão guiar motos e veículos pesados.

A novidade foi divulgada no último dia 15 de dezembro, pelo departamento nacional de trânsito, e representa mais uma pequena revolução no tratamento às mulheres em um dos países onde elas enfrentam mais restrições em todo o mundo.

A autorização para pessoas do sexo feminino dirigirem foi anunciada no fim de setembro, por meio de um decreto do rei Salman bin Abdulaziz al Saud, e deve causar um impacto significativo na economia do reino, duramente atingida pela queda dos preços do petróleo no mercado internacional.

Apesar de assinadas pelo rei, as mudanças são atribuídas ao príncipe herdeiro Mohammad bin Salman, também conhecido como "MbS" e líder de facto do país.

A Arábia Saudita é governada por uma vertente ultraconservadora do Islã sunita, mas Salman vem tentando promover reformas sociais e econômicas, como a autorização para a reabertura de salas de cinema após três décadas de proibição.

Por outro lado, o príncipe herdeiro tornou mais agressiva a política externa saudita, tentando intervir abertamente em nações da região, como Líbano e Iêmen, para conter a influência do xiita Irã.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo