Mulher perde a perna depois de dançar a noite toda com salto alto

Por Metro Internacional
Reprodução / Pixabay
Mulher perde a perna depois de dançar a noite toda com salto alto

No inverno de 2008, Lorraine Burnett comprou um par de sapatos de salto alto com 13cm para se divertir nas baladas de Dunfermiline, na Escócia.

A mulher de 37 anos achou logo de início que os sapatos incomodavam um pouco, contudo, ela resolveu relevar o incômodo e conseguiu dançar a noite toda nas casas noturnas da cidade.

Quando chegou em casa, Lorraine notou que o motivo do sofrimento para caminhar era porque uma bolha de pus que havia se formado no pé esquerdo.

Quem já passou por isso sabe que, além de fazer um curativo simples e desinfetar a lesão, não existe muito o que fazer nessa situação e foi assim que a escocesa lidou com o problema.

Com o passar dos dias, o que deveria melhorar acabou se tornando mais crítico, até um ponto em que Lorraine já não conseguia caminhar corretamente. Foi então que a mulher começou a ter repetidas infecções que não desapareciam.

Os médicos eliminaram a pele ao redor da ferida, mas mesmo assim as infecções continuaram. Depois de dois anos Lorraine recebeu uma notícia devastadora: suportar as infecções frequentes ou perder a perna.

Os médicos informaram que a melhor opção seria amputar o membro e o procedimento foi realizado em 2010. A cirurgia durou cerca de cinco horas no hospital Hospital Ninewells.

Segundo o Daily Mail, Lorraine acredita que sua diabetes tipo 2 agravou a infecção e provocou a amputação da sua perna. As pessoas com diabetes têm até 30 vezes mais probabilidades de ter uma amputação, uma vez que a doença afeta a circulação do sangue até as extremidades do corpo.

Lorraine Reprodução / Daily Mail

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo