Que tal passar 56 dias bebendo cerveja para fins científicos?

Por Metro Internacional
Agência Brasil
Que tal passar 56 dias bebendo cerveja para fins científicos?

Pesquisadores do Centro de Pesquisa do Homem do Deserto (CIHDE) da cidade de Arica (Chile) estão à procura de voluntários para um estudo científico onde eles devem gastar 56 dias, quase dois meses, bebendo cerveja.

O objetivo da pesquisa, explica Claudio Parra, é promover os benefícios de beber com ervas antioxidantes e para alcançar, também, propriedades preventivas em doenças cardiovasculares.

De acordo com o meio cooperativo chileno, o pesquisador tem trabalhado desde o ano passado para desenvolver uma "receita" de uma cerveja enriquecida com a planta ancestral Aimal "umatola" (Parastrephia lucida), que é caracterizado por floração para mais de 3.800 metros de altitude .

Para continuar com a pesquisa, Parra procura 25 voluntários entre 35 e 60 anos que são consumidores de álcool moderado e que apresentam três ou mais fatores de risco para doenças cardiovasculares, como hipertensos e têm uma história de doença cardíaca e colesterol alto.

O teste consiste em dois estágios: o primeiro consiste em 28 dias bebendo uma garrafa de 300 ml. de cerveja comum. O segundo, com um período de duas semanas no meia, de outros 28 dias tentando a cerveja com umatola.

Os interessados podem enviar um e-mail para cparra@cihde.cl até o fim de janeiro, uma vez que Parra pretende começar a testar no primeiro semestre do próximo ano.

Loading...
Revisa el siguiente artículo