Após ficarem órfãs, crianças são torturadas pelo avô e tios durante 13 anos

Por Metro Internacional
Reprodução / EFE
Após ficarem órfãs, crianças são torturadas pelo avô e tios durante 13 anos

Aos prantos, um adolescente de 19 anos tentava relatar à polícia em uma província de Buenos Aires,na Argentina, o brutal maltrato que tinha sido submetido junto aos seus irmãos depois da morte da sua mãe.

O jovem apontou o avô e seus tios maternos como os responsáveis pelo sofrimento que passou nos últimos anos. Ele e os irmãos eram obrigados a comer sobras e recebiam chicotadas como castigo.

Segundo o adolescente, depois de 13 anos de tortura, foi possível escapar e procurar ajuda para seus irmãos. Ele tomou essa decisão após um dos garotos ter sido brutalmente agredido por seus tios, sem motivo algum.

A história foi divulgada no jornal El Liberal, que relatou os diversos abusos que os jovens de 19, 15, 14 e 13 anos sofreram. Seus agressores gravavam os maus-tratos com um celular.

Após a denúncia, a polícia retirou os jovens do lugar e constatou que eles tinham diversos machucados espalhados por todo o corpo. O avô e os tios estão presos enquanto o caso é investigado.

Loading...
Revisa el siguiente artículo