Costa Rica pede que mulheres não usem 'roupas provocativas' para evitar estupro

Por Metro Internacional

Um polêmica surgiu na Costa Rica pela publicação do mais recente boletim do Organismo de Investigação Judicial (OIJ). O documento advertia que as mulheres não deveriam vestir peças de roupas provocativas para evitar serem vítimas de estupro.

Com o nome “Recomendações para prevenir um ataque sexual”, o boletim foi retirado da página após fortes críticas nos meios de comunicação e redes sociais. Segundo o diretor de imprensa do OIJ, esta era uma versão antiga do documento publicada em 2004 e a situação foi um erro técnico na manutenção do site.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo