Mulher confessa que matou a filha porque não tinha como alimentá-la

Por Metro Internacional
Reprodução / Sitio Andino
Mulher confessa que matou a filha porque não tinha como alimentá-la

Na região de Buenos Aires, na Argentina, uma mulher de 24 anos decidiu acabar com a vida da sua filha que tinha menos de dois anos.

Segundo o portal Sitio Andino, Karina Gómez asfixiou a criança de frente com um travesseiro e colocou meias em suas mãos para não ser arranhada pela menina.

A tia da vítima declarou em depoimento que a mãe se trancou com a filha durante horas no quarto e, quando saiu, levava nas mãos a menina enrolada em um lençol.

A mulher confessou o crime. “Eu a matei (…). Não podia dar a ela o que comer, agora já não vai sofrer mais. Eu não podia suportar a situação, estou muito cansada”, disse Karina, que foi indiciada por homicídio.

Loading...
Revisa el siguiente artículo