Tio de Kate Middleton é condenado por bater na mulher

Por Reuters
Justin Tallis/ WPA Pool/Getty Images
Tio de Kate Middleton é condenado por bater na mulher

O tio de Kate Middleton, a duquesa britânica de Cambridge, se comportou “como um bêbado repugnante” quando bateu em sua esposa durante uma discussão tarde da noite no mês passado, disse um juiz nesta terça-feira.

Gary Goldsmith, de 52 anos, foi condenado a realizar trabalho comunitário e terá de comparecer a 20 sessões de reabilitação, depois de admitir que agrediu sua esposa de 47 anos. Ele também foi multado em 5 mil libras (6.650 dólares).

Juízes do tribunal de Westminster ouviram que Goldsmith e sua esposa, Julie-Ann, estavam bêbados e discutiram na porta da casa onde vivem em Marylebone depois de chegarem em casa de táxi nas primeiras horas da manhã após saírem na noite anterior.

Quando sua esposa lhe deu um tapa, Goldsmith a atingiu no rosto, fazendo com que ela caísse, batesse a cabeça no asfalto e perdesse a consciência brevemente.

Quando o taxista, que presenciou o incidente, saiu do carro e o abordou, Goldsmith foi para cima dele.

“Você não se arrependeu imediatamente do que fez, apesar da aflição óbvia de sua esposa”, disse a juíza Emma Arbuthnot a Goldsmith.

“Em suma, naquela noite você estava agindo como um bêbado repugnante, não como o bêbado alegre que você e seus amigos descreveram.”

Goldsmith é o irmão mais novo de Carole Middleton, mãe da duquesa de Cambridge, que é esposa do príncipe William, segundo na linha sucessória do trono britânico.

Loading...
Revisa el siguiente artículo