Gangue salvadorenha é acusada de decapitar e arrancar coração de homem nos EUA

Por BBC Brasil
Gangue salvadorenha é acusada de decapitar e arrancar coração de homem nos EUA

A gangue de origem salvadorenha MS-13 é acusada de cometer um novo crime bárbaro. Integrantes do grupo são apontados como os responsáveis por esfaquear um homem cem vezes, decapitá-lo e arrancar seu coração em um parque em Wheaton, perto de Washington.

O assassinato ocorreu em setembro, mas apenas nesta quarta-feira a polícia americana divulgou informações sobre o ocorrido.

Miguel Angel Lopez-Abrego, de 19 anos, o primeiro a ser preso por causa do crime, foi acusado de assassinato em primeiro grau. Segundo um dos promotores, o jovem, que é de El Salvador e vive ilegalmente nos Estados Unidos, teria esfaqueado a vítima no coração e teria ajudado a cavar a cova onde o corpo foi enterrado.

Os restos normais foram descobertos no dia 5 de setembro. A vítima ainda não foi identificada, mas os investigadores acreditam se tratar de um homem de origem hispânica.

A polícia diz que o crime teria sido planejado por duas semanas, e que os criminosos se comunicaram por walkie-talkie durante a ação.

Origens

A MS-13 é considerada pelo governo americano uma "organização criminosa transnacional".

Segundo o FBI, a polícia federal americana, ela está presente em 46 Estados do país.

Em abril deste ano, integrantes da facção assassinaram quatro jovens em Long Island, em Nova York, mutilando seus corpos com facões.

988793401f263520ab874efe82c6a30d1792d794-95580372b1462f1a6ed85df29ce0e22e.jpg Miguel Angel Lopez-Abrego, de 19 anos, foi acusado de assassinato em primeiro grau | Foto: Montgomery County Police / BBC

A MS-13 surgiu nos bairros de Los Angeles durante os anos 1980, formada por imigrantes que fugiram da longa e brutal guerra civil de El Salvador. Outros membros vieram de Honduras, Guatemala e México.

MS significa 'Mara Salvatrucha', uma combinação das palavras Mara ("gangue"), Salva ("Salvador") e trucha ("malandros da rua"). Já o número 13 representa a posição da letra M no alfabeto.

A gangue ficou famosa por seus atos de violência extrema, como o uso de facões em seus ataques.

Segundo um especialista do FBI, a polícia federal americana, que investiga o grupo, o lema da MS-13 é 'matar, estuprar e controlar'.

Em 2008, o FBI estimava que a gangue tinha entre 6 e 8 mil membros.

988743420423435571-b7f8f92ef5e9f417783fe7e357c825de.jpg A MS-13 existe desde os anos 1980 e vive principalmente do dinheiro do tráfico / Reuters

Segundo autoridades americanas, a MS-13 recruta adolescentes pobres e em situação de risco. E para entrar na facção, de acordo com relatos ouvidos, é preciso passar por uma sessão de espancamento que dura 13 segundos e praticar um crime, frequentemente um assassinato.

A organização, que vive principalmente do dinheiro obtido com tráfico de drogas e extorsões, tem ramificações na América Central, para onde seus integrantes voltaram após uma operação policial que reprimiu gangues no fim da década de 1990.

©
Loading...
Revisa el siguiente artículo