Trump teria pedido fim de investigação ao FBI

Por Marcelo Ruiz
Da esquerda para a direita: Trump, Flynn e Comey estão envolvidos em documento bombástico/ | reuters
Trump teria pedido fim de investigação ao FBI

O presidente Donald Trump pediu em fevereiro ao então diretor do FBI, James Comey, que encerrasse uma investigação sobre seu ex-conselheiro de Segurança Nacional, Michael Flynn, diz um memorando escrito pelo demitido chefe da agência obtido pelo “New York Times”.  “Eu espero que você possa deixar isso passar, que Flynn possa ir. Ele é um bom rapaz, não fez nada de errado”, teria pedido Trump a Comey. Caso a veracidade desse memorando seja confirmada, o presidente pode ser acusado de tentar obstruir a Justiça, o que é crime federal nos EUA.

James Comey escreveu o memorando, em que detalha a conversa com Trump, um dia após Flynn ter se demitido. Flynn pediu para deixar o governo depois de ter reconhecido que mentiu ao vice-presidente, Mike Pence, sobre a natureza das suas conversas com o embaixador russo. O memorando de Comey fazia parte de uma espécie de arquivo que o ex-diretor do FBI estava elaborando devido ao que pensava ser uma interferência clara do presidente numa investigação que estava em andamento.

A Casa Branca negou a versão do memorando: “Enquanto o presidente já expressou várias vezes a sua opinião de que o general Flynn é um homem decente que serviu o país, o presidente nunca pediu ao senhor Comey (…) para terminar qualquer investigação, incluindo a que envolvia o general Flynn (…) Não é um retrato fiel e certo da conversa entre o presidente e o senhor Comey”.  

Loading...
Revisa el siguiente artículo