Médico italiano infectado pelo ebola chega em Roma

Por Nadia
| Tony Gentile/Reuters O profissional de saúde é o primeiro italiano a contrair a doença | Tony Gentile/Reuters

O médico italiano infectado com o vírus ebola, em Serra Leoa, chegou nesta terça-feira (25) à Roma e deu entrada em um hospital especializado em doenças infectocontagiosas.

O profissional de saúde é o primeiro italiano a contrair a doença. Ele chegou ao Aeroporto Militar de Pratica di Mare, a 30 quilômetros ao sul de Roma, em uma maca hermética, a bordo de um avião militar fretado especialmente para a missão.

O paciente foi transportado em uma ambulância escoltada pelas forças de segurança até o Instituto Nacional para Doenças Infecciosas Lazzaro Spallanzani, no sudoeste da capital italiana.

O médico, que teve a identidade preservada, trabalhava para a organização não governamental italiana Emergency, em um centro de infectados pelo ebola em Serra Leoa.

Desde o início do ano, a doença já infectou ao menos 15.350 pessoas, das quais 5.459 morreram, sobretudo em Serra Leoa, na Libéria e na Guiné.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo