ONU condena ataque "terrorista" em Jerusalém

Por Carolina Santos
BanKi-moon condenou o ataque | Brendan McDermid/ Reuters BanKi-moon condenou o ataque | Brendan McDermid/ Reuters

O Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) condenou o “lamentável ataque terrorista” contra uma sinagoga de Jerusalém que deixou cinco mortos, e fez um apelo à calma a israelenses e palestinos.

Em um comunicado unânime, os 15 membros do Conselho manifestaram sua preocupação com o aumento da tensão entre israelenses e palestinos, e destacaram a importância de se condenar a violência, após o Hamas elogiar o ataque.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, também criticou o ataque em um comunicado em que pede às duas partes que “adotem as difíceis decisões” necessárias para relançar o processo de paz.

O Conselho “pede aos líderes e aos cidadãos – israelenses e palestinos – que trabalhem juntos para reduzir as tensões, rejeitar a violência, evitar provocações e buscar um caminho para a paz”.

Em referência direta a Israel, diante de possíveis represálias, o Conselho recordou que os “Estados devem garantir a adoção de medidas para combater o terrorismo dentro de suas obrigações com a lei internacional”.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo