Rebeldes sírios chegam a Kobani, afirma observatório de direitos humanos

Por lyafichmann
Turcos saúdam comboio de peshmergas a caminho de fronteira | Reuters Turcos saúdam comboio de peshmergas a caminho de fronteira | Reuters

O Observatório Sírio de Direitos Humanos disse nesta quarta-feira que um primeiro grupo de 50 combatentes do ELS (Exército Sírio Livre), grupo de oposição ao regime de Bashar al-Assad, entrou na cidade síria curda de Kobani, por meio da Turquia, para ajudar a defender a cidade dos terroristas do EI (Estado Islâmico).

Segundo o Observatório, os rebeldes entraram no enclave curdo armados. Eles aguardam a chegada de combatentes peshmergas, de uma minoria curdo-iraquiana, que na terça-feira chegaram a território turco.

Segundo Ancara, está previsto que cerca de 150 peshmergas entrem em Kobani, além de cerca de 1,3 mil integrantes do ELS. A coalizão internacional liderada pelos EUA bombardeou na madrugada desta quarta posições do EI em um mercado de verduras que os radicais controlam no leste de Kobani.

Combates entre o EI e curdo-sírios seguiram. O EI lançou 12 foguetes contra diferentes partes da cidade.

Desde meados de setembro, Kobani é alvo de uma ofensiva do EI e está rodeada por todos os lados pelos extremistas, exceto pelo norte, onde faz limite com a Turquia.

Loading...
Revisa el siguiente artículo