Enfermeira da Espanha que contraiu ebola ‘está sem o vírus’

Por Nadia
Teste que avalia se a paciente realmente está livre do ebola será repetido nas próximas horas | Andrea Comas/Reuters Teste que avalia se a paciente realmente está livre do ebola será repetido nas próximas horas | Andrea Comas/Reuters

A auxiliar de enfermagem espanhola Teresa Romero, 44 anos, a primeira pessoa infectada com o ebola fora da África, já não apresenta carga viral, segundo o resultado de uma análise feita neste domingo.

Leia mais:

• Vacina contra ebola só deve ser comercializada a partir de 2016

O governo da Espanha acrescentou que o estado de saúde da paciente, internada no hospital Carlos III de Madri, evolui favoravelmente.

Geralmente, pacientes devem se submeter a um novo teste sanguíneo dentro de 72 horas para que o diagnóstico seja confirmado com precisão. O hospital, portanto, realizaria um novo teste ontem.

Romero foi tratada com soro humano contendo anticorpos de portadores do vírus do ebola que sobreviveram à doença e outros medicamentos. Um deles era o antiviral experimental favipiravir, segundo apurou o jornal “El Mundo”.

Teresa, que trabalha no hospital, tornou-se, no último dia 6, a primeira pessoa infectada fora da África.

Ela apresentou os primeiros sintomas em 29 de setembro após tratar na África dois missionários infectados, que foram repatriados para a Espanha em 8 de agosto e 22 de setembro. Ambos morreram dias depois. 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo