Enfermeira italiana é acusada de matar 38 pacientes

Por Nadia
Enfermeira foi descrita como fria e inabalável | Reprodução/Band Enfermeira foi descrita como fria e inabalável | Reprodução/Band

Uma enfermeira presa na Itália é suspeita de matar 38 pacientes. Entre as provas do crime, a polícia encontrou no celular de Daniela Poggiali, de 42 anos, uma “selfie” com uma idosa que tinha acabado de morrer.

Os investigadores descreveram a acusada como “fria” e “inabalável”, e acreditam que ela matava os pacientes que achava irritantes. Em um vídeo, a enfermeira aparece sorrindo ao chegar ao tribunal.

Daniela foi presa após a morte repentina de uma idosa de 78 anos. A autópsia revelou doses fatais de potássio no sangue e a enfermeira foi acusada de ter aplicado uma injeção letal na vítima.

O caso levou a polícia a investigar outras mortes suspeitas que ocorreram durante os turnos dela.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo