Austrália enviará forças especiais ao Iraque e participará de bombardeios

Por Carolina Santos
Primeiro-ministro da Austrália, Tony Abbott, durante pronunciamento na Assembleia Geral da ONU, em Nova York | Lucas Jackson/Reuters Primeiro-ministro da Austrália, Tony Abbott, durante pronunciamento na Assembleia Geral da ONU, em Nova York | Lucas Jackson/Reuters

Forças especiais da Austrália serão enviadas ao Iraque para ajudar na luta contra os militantes do Estado Islâmico, disse o primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, nesta sexta-feira. Aviões do país também vão aderir aos ataques da coalizão liderada pelos Estados Unidos.

Abbott disse em uma entrevista coletiva em rede nacional que as tropas australianas estariam envolvidas em uma ação de “aconselhar e ajudar”, em apoio ao Exército iraquiano em sua luta contra o grupo militante islâmico.

Os Estados Unidos vêm bombardeando o Estado Islâmico e outros grupos na Síria há duas semanas, com a ajuda de aliados árabes, e também alvos no vizinho Iraque desde agosto.

Países europeus se juntaram à campanha de bombardeios no Iraque, mas não na Síria.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo