Papa Francisco diz que teria medo de Madre Teresa

Por Carolina Santos

O Papa Francisco, que visitou no domingo a Albânia, brincou sobre o caráter forte de Madre Teresa, figura nacional, dizendo: “eu teria medo se ela fosse minha superiora”.

Jorge Mario Bergoglio conheceu a famosa religiosa do sari branco com bordado azul no Sínodo dos Bispos sobre a Vida Consagrada de 1994 em Roma, três anos antes de sua morte.

De acordo com Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano, Francisco lembra de ter “admirado a força, o caráter decisivo das intervenções” de Madre Teresa, que não se deixou “impressionar pela Câmara dos Bispos”.

“Ela dizia o que queria dizer”, declarou o papa ao padre que atuou como seu intérprete na Albânia, afirmando que a religiosa o teria dado “medo” se tivesse sido sua superiora, informou o padre Lombardi à imprensa.

Para sempre associada com a Índia e a cidade de Calcutá, onde fundou a Congregação das Missionárias da Caridade, Madre Teresa nasceu em Skopje (Macedônia) em uma família albanesa.

Na Albânia, aeroportos, hospitais, escolas e ruas carregam o nome desta missionária beatificado em 2003, símbolo do diálogo e da tolerância, apesar de um caráter tenaz e, por vezes, difícil de lidar.

Loading...
Revisa el siguiente artículo