Obama quer fundo de contraterrorismo
de R$ 11,4 bilhões

Por lyafichmann

Um dia antes de um discurso em que deverá anunciar o plano dos EUA para combater o avanço do EI (Estado Islâmico) na Síria e no Iraque, o presidente Barack Obama buscava, nesta terça-feira, aprovar no Congresso a injeção de US$ 5 bilhões em um fundo de contraterrorismo para treinar e equipar parceiros em outros países. A iniciativa seria um componente central de seu plano de ação.

Nesta terça a Casa Branca estava trabalhando para evitar obstáculos legais para a estratégia de Obama diante do EI. A ideia é que o plano se sustente por ao menos três anos, tempo estimado pelo Pentágono para completar a campanha.

Arábia Saudita

O Riad anunciou que vai sediar reuniões com os EUA e aliados muçulmanos na quinta-feira sobre a violência dos grupos rebeldes no Oriente Médio, em uma aparente tentativa de apoiar os esforços para lidar com o EI. O presidente francês, François Hollande, anunciou uma conferência internacional sobre a situação no dia 15.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo