Homens presos por 30 anos são inocentados nos EUA

Por Nadia
Henry McCollum (esq.) e Leon Brown em foto de arquivo | Departamento de Segurança Pública da Carolina do Norte Henry McCollum (esq.) e Leon Brown em foto de arquivo | Departamento de Segurança Pública da Carolina do Norte

A Justiça americana inocentou dois homens que passaram 30 anos presos pelo estupro e assassinato de uma menina de 11 anos numa área rural da Carolina do Norte. Eles foram libertados após um exame de DNA.

Os dois irmãos, Henry McCollum e Leon Brown, hoje com 46 e 50 anos, eram adolescentes quando foram presos pela polícia em Red Springs, uma cidade de cerca de quatro mil habitantes.

Os advogados sempre alegaram que eles foram coagidos a confessar. Após vários recursos, um exame mostrou que o DNA encontrado em um cigarro e as impressões digitais colhidas de uma lata de cerveja, perto do corpo da menina, não eram dos condenados.

Um homem de 74 anos que morava na região e está no corredor da morte, por cometer outros estupros e assassinatos na mesma época, agora é apontado como o culpado.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo