Mais de 2 mil mulheres e menores estão sequestradas no Iraque

Por lyafichmann
iraque-isis-estado-islamico-rebeldes Militantes seguram a bandeira do Estado Islâmico no Iraque | Stringer/Reuters

Passa de dois mil o número de mulheres e crianças sequestradas pelo grupo extremista Estado Islâmico, no Iraque. De acordo com relatório das Nações Unidas, os sequestros aconteceram em diversas cidades, onde as mulheres são vendidas como mercadorias e castigadas, caso não se convertam ao Islã.

Leia também:
• Ao menos 1.420 morreram em agosto no Iraque, diz ONU

Seus filhos são recrutados para a guerra e forçados a doar sangue para extremistas feridos. Adolescentes de 13 anos são usados em patrulhas, vulneráveis a ataques de drones norte-americanos. Foram reportados 693 casos de amputações de menores.

A ONU reitera que a liberdade religiosa no Iraque está sob pesado ataque do Estado Islâmico, que segue o ramo sunita do Islã.

Loading...
Revisa el siguiente artículo