Nicarágua resgata 20 mineiros soterrados; 5 estão presos

Por Tercio Braga
Os 20 mineiros foram resgatados depois de 34 horas de pesados trabalhos | Oswaldo Rivas/Reuters Os 20 mineiros foram resgatados depois de 34 horas de pesados trabalhos | Oswaldo Rivas/Reuters

Vinte mineiros que estavam soterrados em uma mina de ouro no Caribe Norte da Nicarágua foram resgatados com vida na noite de sexta-feira pelas brigadas de socorro, enquanto outros cinco trabalhadores continuavam desaparecidos, informou uma fonte oficial.

“Agradecemos a Deus nosso senhor e à Virgem Maria por ter livrado da morte 20 irmãos mineiros”, disse a meios de comunicação oficiais a porta-voz do governo da Nicarágua, a primeira-dama Rosario Murillo.

A porta-voz disse que cinco mineiros “não saíram à superfície” e estão desaparecidos, mas informou que as brigadas de socorro ainda trabalham para tentar localizá-los.

Os 20 mineiros foram resgatados depois de 34 horas de pesados trabalhos por parte das brigadas de socorro, que na noite de sexta-feira conseguiram instalar um sistema de polias perto do local onde ficaram presos para conseguir levar todos à superfície.

Os trabalhadores, em sua maioria com menos de 30 anos, saíram com sintomas de desidratação, enquanto eram recebidos e abraçados por seus familiares, que permaneceram no exterior da mina desde o momento do acidente.

“Os sobreviventes estavam bastante cansados, deteriorados, desidratados, cheios de terra e sujos”, observou um fotógrafo da AFP no local.

Murillo disse que os resgatados foram levados ao hospital do município de Bonanza, próximo ao local do acidente. O presidente Ortega esteve ciente das tarefas de resgate, segundo sua porta-voz.

O acidente ocorreu na manhã de quinta-feira na mina de Cerro El Comal, devido a um deslizamento provocado pelas chuvas no município de Bonanza da Região Autônoma do Atlântico Norte (RAAN), uma zona de difícil acesso.

Segundo informações oficiais, o acidente soterrou 27 trabalhadores, dois dos quais saíram com vida sozinhos na noite de quinta-feira, depois de conseguirem cavar com suas mãos até a superfície, enquanto 20 foram resgatados na sexta-feira e cinco estão desaparecidos.

Após o deslizamento, um grupo grande começou a pedir ajuda gritando a partir do interior da mina que, segundo o governo, tem muitos labirintos. “Ouvimos o eco de seus gritos e respondemos”, disse o mineiro Omar Medina, que participou do resgate.

Desaparecidos caíram em fossa profunda

As autoridades municipais da zona acreditam que os mineiros ainda desaparecidos caíram em uma fossa mais profunda.

A vereadora de Bonanza, Martha Lagos, disse que o resgate dos trabalhadores foi complexo porque não se trata de uma mina convencional, mas de locais explorados e abandonados por empresas mineradoras e onde os garimpeiros buscam novos veios de ouro para obter lucros.

A extração de ouro de forma artesanal é a principal atividade econômica em Bonanza, onde se calcula que há 6.000 garimpeiros informais, homens e mulheres que emigraram de diferentes pontos do país atraídos pela chance de encontrar ouro.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo