OMS retira equipe de laboratório em Serra Leoa após funcionário ser infectado

Por Carolina Santos
Jo Dunlop/Unicef/Divulgação via Reuters/Reuters Jo Dunlop/Unicef/Divulgação via Reuters/Reuters

A Organização Mundial da Saúde (OMS) retirou funcionários de um laboratório em Serra Leoa que realiza testes de Ebola em Kailahun, no leste do país, depois que um de seus trabalhadores no local foi infectado durante o pior surto em todos os tempos, disse um porta-voz da OMS.

“Essa é uma medida temporária para cuidar do bem-estar dos nossos trabalhadores remanescentes”, disse o porta-voz da OMS Christy Feig, à Reuters. “Depois de nossa avaliação, eles vão voltar.”

A OMS enviou cerca de 400 pessoas de seu pessoal próprio e de organizações parceiras para combater o surto de Ebola na África Ocidental. A entidade disse no domingo que um trabalhador estrangeiro enviado para Serra Leoa havia sido infectado.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo