Foguete palestino mata criança em sinagoga em Israel

Por lyafichmann
Após o ataque, a tensão aumentou na região da fronteira com Gaza | Amir Cohen/Reuters Após o ataque, a tensão aumentou na região da fronteira com Gaza | Amir Cohen/Reuters

Uma criança morreu e três pessoas ficaram feridas na queda de um foguete palestino em uma sinagoga, no sul de Israel. Na Faixa de Gaza, bombardeios deixaram quatro mortos. Israel lançou 25 ataques aéreos contra a Faixa de Gaza, um dia após matar três comandantes militares do Hamas.

Leia também:
• Hamas executa 18 homens por colaborar com Israel

Os novos bombardeios elevaram para 58 o número de mortos no enclave palestino, desde o colapso da trégua, na terça-feira. Por outro lado, foguetes lançados por militantes palestinos explodiram no sul do território judaico.

Um deles caiu perto de uma escola em Eshkol. Outro, atingiu uma sinagoga em Ashdod e matou um menino de quatro anos. O sistema interceptador de mísseis “Domo de Ferro” conseguiu derrubar seis foguetes. Nesta sexta-feira, o  Hamas reforçou a exigência de suspensão do bloqueio ao território palestino. E disse que lutará cada vez mais para libertá-lo dos “invasores neo-nazistas”.

Embora as negociações indiretas tenham sido suspensas, o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, vai ao Cairo, para conversar com os negociadores egípcios. Israel cancelou a participação no processo no começo da semana, quando foguetes explodiram  quebrando o cessar-fogo.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo