Israel mata mulher e filha de líder militar do Hamas

Por Nadia
| Ahmed Zakot/Reuters Outras 45 pessoas ficaram feridas no bombardeio | Ahmed Zakot/Reuters

A mulher e uma filha do líder militar do Hamas, Mohammed Deif, foram mortas em um ataque aéreo de Israel na noite de terça-feira (19) em Gaza, anunciou o movimento radical islâmico na manhã desta quarta-feira.

Em uma mensagem no Facebook, Mussa Abu Marzuk, número dois do bureau político do Hamas no exílio, não deu qualquer informação sobre o destino de Mohammed Deif, chefe das Brigadas Ezzedin al Qasam.

Marzuk escreveu ainda que Israel buscava “um pretexto para atacar um alto dirigente do Hamas”.

Segundo socorristas palestinos, uma mulher e uma menina de dois anos foram mortas em um bombardeio israelense contra uma casa no bairro de Sheikh Radwan, na cidade de Gaza.

Outras 45 pessoas ficaram feridas no bombardeio, informaram os socorristas.

Estas foram as primeiras vítimas de bombardeios israelenses desde o dia 10 de agosto, quando entrou em vigor a trégua concluída nesta terça-feira.

Mohammed Deif assumiu a chefia das Brigadas Ezzedin al Qasam com a morte de Salah Chehade, vítima de um bombardeio israelense em 2002.

Deif, nascido em 1965 em Khan Yunis, no sul da Faixa de Gaza, participou dos golpes mais duros contra contra Israel nos últimos 20 anos: sequestro de soldados, atentados suicidas, disparos de foguetes e túneis ofensivos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo