Ao menos 11 civis foram mortos em Donetsk nas últimas 24 horas

Por Carolina Santos
Separatista observa as chamas após bombardeio em Donetsk | Sergei Karpukhin/Reuters Separatista observa as chamas após bombardeio em Donetsk | Sergei Karpukhin/Reuters

Onze civis foram mortos nas últimas 24 horas em Donetsk, a capital dos separatistas pró-russos do Leste da Ucrânia, em confrontos que deixaram também oito feridos.

Um comunicado da Câmara da cidade destaca que os confrontos, entre o Exército ucraniano e combatentes separatistas, se prolongaram durante a noite nos bairros de Petrovsky (a oeste da cidade) e de Leninsky (no centro).

Durante o conflito, que teve o uso de armas pesadas, foram ainda atingidos vários edifícios, incluindo a sede ocupada por insurgentes e uma universidade.

Um porta-voz militar ucraniano anunciou que os separatistas conseguiram retomar três locais no Leste: Oleksandrivské e Boulanivské (ambos a cerca de 47 quilômetros a nordeste de Donetsk) e Tchornoukhiné (65 km a noroeste de Lugansk).

Ucrânia inspeciona comboio russo com ajuda humanitária

Caminhões russos começam a ser revistados | Maxim Shemetov/Reuters Caminhões russos começam a ser revistados | Maxim Shemetov/Reuters


Guardas de fronteira ucranianos e agentes alfandegários começaram a inspecionar, nesta sexta-feira, o comboio russo com ajuda humanitária para o leste da Ucrânia em um ponto fronteiriço dentro do território da Rússia, informaram as Forças Armadas ucranianas em nota.

Um comboio de 280 caminhões russos levou a ajuda até a fronteira, em uma operação que despertou a suspeita de Kiev de que pudesse ser um disfarce para uma operação militar russa na Ucrânia.

A ajuda é destinada ao leste da Ucrânia, onde um confronto entre forças do governo e separatistas pró-Rússia provocou uma crise humanitária.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo