Brilho da Lua deve atrapalhar chuva de meteoros desta terça

Por Tercio Braga
No Brasil, as regiões Norte e Nordeste terão visão privilegiada | Ethan Miller/Getty Images No Brasil, as regiões Norte e Nordeste terão visão privilegiada | Ethan Miller/Getty Images

A superlua aconteceu no domingo e, nesta terça-feira, uma chuva de meteoros vai aparecer no céu. O novo espetáculo é chamado perseidas, mas será atrapalhado pelo brilho da Lua deste ano.

Uma das mais famosas chuvas de meteoros anuais, as perseidas tem o nome derivado da constelação de Perseu, de onde parece emanar estrelas cadentes.

As perseidas são produzidas pela entrada na atmosfera terrestre de pequenos detritos do cometa Swift-Tuttle, astro que passa pelas redondezas do Sol a cada 133 anos. Quando a Terra cruza a órbita do cometa, em intervalos de 12 meses, encontra a nuvem de detritos deixada por ele.

A chuva será mais visível no hemisfério norte, onde a constelação de Perseu aparece mais alta no céu, ou seja, quanto mais para cima no mapa, melhor. Então, no Brasil, as regiões Norte e Nordeste terão visão privilegiada.

A expectativa dos astrônomos é uma taxa de 34 a 60 meteoros por hora no Norte e no Nordeste; no Sudeste e no Centro-Oeste, entre 6 e 10 meteoros por hora e, no Sul, nada mais que 4 a 7 meteoros por hora.

Depois que a Lua nascer, ficará mais difícil de ver a perseidas. Mas uma tentativa após as 3h tem grandes chances de ser proveitosa.

Caso o tempo nesta terça-feira não ajudar, quem quiser observar a chuva de meteoros tem até o dia 14 para fazê-lo, pois ainda haverá alguns meteoros retardatários até lá.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo