Ucrânia suspende trégua na área da queda do avião

Por Carolina Santos
Trégua continuará suspensa até que investigadores retomem suas atividades | Maxim Zmeyev/Reuters Trégua continuará suspensa até que investigadores retomem suas atividades | Maxim Zmeyev/Reuters

O governo ucraniano suspendeu a trégua decretada ao redor da área de queda do avião da Malaysia Airlines, uma zona sob controle dos rebeldes no leste do país, após a suspensão das investigações dos especialistas internacionais.

“O regime de trégua na área de queda deixará de estar em vigor enquanto as investigações não forem retomadas”, afirma um comunicado do governo.

O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, ordenou no mês passado que suas tropas interrompessem as operações em um raio de 40 km ao redor do local onde o avião do voo MH17 foi derrubado. A restrição, no entanto, não se aplicava a Donetsk, reduto dos separatistas pró-Rússia que, inclusive, sofreu o primeiro ataque aéreo desde o início dos conflitos.

Leia também:
•Rússia mobiliza tropas e Otan teme invasão da Ucrânia
Míssil cai na frente de carro na Ucrânia; assista

O leste da Ucrânia vive há mais de três meses um conflito armado entre separatistas pró-russos e as autoridades de Kiev, que acusam Moscou de apoiar os insurgentes.

Chefe da Otan faz apelo para Rússia retirar tropas

O secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, fez um apelo na quinta-feira para que a Rússia retire suas tropas da fronteira com a Ucrânia e “recue da beira do precipício”.

Falando em Kiev depois de a Otan afirmar na quarta-feira que a Rússia tinha reunido 20 mil militares perto da fronteira e poderia estar planejando uma invasão por terra no país vizinho, Rasmussen disse que a Rússia “não deve usar uma força de paz como desculpa para fazer guerra”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo