Mergulhadores encontram crânio no navio Costa Concordia

Por Tercio Braga
Naufrágio do enorme navio de 290 metros de comprimento matou 32 pessoas | Alessandro Bianchi/Reuters Naufrágio do enorme navio de 290 metros de comprimento matou 32 pessoas | Alessandro Bianchi/Reuters

Mergulhadores encontraram um crânio dentro do navio Costa Concordia, que naufragou há dois anos e meio na costa italiana. Autoridades italianas anunciaram, nesta quarta-feira, terem encontrado um crânio e o osso de uma mão dentro do navio Costa Concordia, que foi rebocado até um porto de Gênova, em julho.

Os restos mortais foram entregues à Justiça para a realização de testes de DNA. Investigadores acreditam que eles podem pertencer a duas pessoas. Uma delas é o garçom indiano Russel Rabello, que nunca teve o corpo encontrado.

A outra é Maria Grazia Trecarichi, cujo cadáver foi achado decapitado e sem uma mão, durante a operação de desencalhe do navio. Familiares das duas vítimas já foram notificados sobre a descoberta.

O Costa Concordia naufragou na ilha italiana de Giglio, na noite de 13 de janeiro de 2012, com 4.229 pessoas a bordo. O acidente provocou a morte de 32 pessoas e deixou outras 64 feridas. O capitão do navio deve responder a acusações de homicídio culposo múltiplo e abandono da embarcação.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo