Ataques no Iraque deixam mais de 110 mortos

Por lyafichmann
Homens do Exército do Iraque realizam patrulha em busca de militantes do Estado Islâmico em Ramadi | Osama Al-dulaimi/Reuters Homens do Exército do Iraque realizam patrulha em busca de militantes do Estado Islâmico em Ramadi | Osama Al-dulaimi/Reuters

Um ataque aéreo contra militantes do Estado Islâmico deixou ao menos 60 mortos, no norte do Iraque. Em Bagdá, explosões de carros-bomba mataram mais de 50 pessoas.

As forças do governo iraquiano bombardearam uma prisão usada como tribunal pelo grupo “Estado Islâmico”, na cidade de Mosul, provocando a morte de dezenas de militantes. De acordo com a imprensa iraquiana, cerca de 300 pessoas que eram feitas prisioneiras pelo grupo fundamentalista islâmico foram libertadas.

Na capital iraquiana, explosões simultâneas de carros-bomba, em bairros de maioria xiita, deixaram mais de 50 mortos, nesta quarta-feira. A onda de violência sectária no Iraque já provocou a morte de mais de 1.700 iraquianos, só em julho.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo