Presidente da Ucrânia manda suas forças saírem da Crimeia

Por Carolina Santos

A Ucrânia retirou suas forças da Crimeia diante das ameaças e da pressão das Forças Armadas russas, disse o presidente interino da Ucrânia, Oleksander Turchinov, nesta segunda-feira.

Falando ao Parlamento depois que tropas russas tomaram uma importante base naval em Feodosia, coroando uma tomada gradual de unidades militares ucranianas na península, Turchinov disse que a decisão levou em conta “as ameaças às vidas e à saúde de nosso pessoal” e de suas famílias.

“O Conselho de Defesa e Segurança Nacional instruiu o Ministério da Defesa a realocar as unidades militares na Crimeia e promover a evacuação de suas famílias”, disse.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo