Homens armados abrem fogo e levam oficial de base ucraniana na Crimeia

Homens armados invadiram uma base aérea militar ucraniana na península da Crimeia, atiraram para o alto e levaram o oficial de comando do local, disse um porta-voz militar nesta terça-feira.

O incidente, ocorrido na noite de segunda-feira no aeroporto de Belbek, perto da base naval de Sebastopol, aconteceu um dia após a península no sul da Ucrânia ter votado a favor da adesão à Rússia em um referendo, que foi considerado ilegítimo pela Ucrânia e pelo Ocidente.

“Pessoas armadas desconhecidas vieram à base na segunda-feira à noite, atiraram para o alto e o oficial de comando foi levado para um local desconhecido”, disse à Reuters Vladislav Seleznov, porta-voz militar ucraniano.

Em um incidente separado na terça-feira, um grupo de cerca de 30 membros das chamadas “autodefesas” da Crimeia foram a um complexo de prédios onde moram as famílias de militares ucranianos e levaram o comandante do local, segundo Seleznov.

Os dois incidentes não puderam ser verificados de forma independente.

Na segunda-feira, o presidente do Parlamento da Crimeia, Vladimir Konstantinov, disse que unidades militares ucranianas na região seriam desmembradas, mas que seus integrantes poderiam continuar na península do mar Negro.

Loading...
Revisa el siguiente artículo