Identificados iranianos que viajaram com passaportes falsos

Por george.ferreira
Foto dos dois iranianos que embarcaram com passaportes roubados no avião desaparecido da Malaysian Airlines | Reprodução/CNN Foto dos dois iranianos que embarcaram com passaportes roubados no avião desaparecido da Malaysian Airlines | Reprodução/CNN

As autoridades da Malásia identificam como dois iranianos os passageiros que embarcaram com passaportes roubados no Boeing 777-200 da Malaysia Airlines, que desapareceu na última sexta-feira. As fotos deles foram divulgadas há pouco pela Interpol.

Leia mais
• Avião estava no Estreito de Malaca ao sumir, diz agência
• ‘Sei que sua alma está no céu’, diz mãe de desaparecido em voo

Um deles já foi identificado: um jovem de 19 anos, que tentava imigrar ilegalmente para a Alemanha. Ainda segundo os investigadores, é pouco provável que ele faça parte de um grupo terrorista.

A identidade do outro passageiro que também usou um passaporte roubado ainda está sendo investigada.

Os investigadores ainda não descartam nenhuma possibilidade sobre o sumiço do avião, que fazia o trajeto entre Kuala Lumpur e Pequim, na China.

A polícia também apura o histórico de comportamento de todas as 239 pessoas a bordo.

Para aumentar ainda mais o mistério do desaparecimento do avião, jornais locais divulgaram a informação de que parentes tentaram ligar para os celulares dos familiares que estavam a bordo e conseguiram completar a chamada, mas as ligações caem em seguida.

A área de busca pelo avião foi ampliada. Mais de 20 aviões e 40 embarcações de nove países participam das buscas.

Autoridades já começaram a recolher amostras de DNA de parentes dos passageiros para usar numa possível identificação de corpos.

Fotos de iranianos foram divulgadas nesta terça / Polícia da Malásia/ / Reuters Fotos de iranianos foram divulgadas nesta terça | Polícia da Malásia / Reuters
Loading...
Revisa el siguiente artículo