Ativistas do Femen são detidas em protesto na Crimeia

Por george.ferreira

Ativistas de topless do movimento feminista Femen foram detidas por policiais ucranianos, em um protesto contra a guerra na frente do parlamento da Crimeia.

O ato aconteceu durante uma parada pró-russa em Simferopol, capital da Crimeia.

A Crimeia, que abriga a frota russa do Mar Negro, foi parte da Rússia até 1954, quando o então dirigente soviético Nikita Kruschev decidiu “entregá-la de presente” à Ucrânia.

A península da Crimeia, de língua russa e atualmente com um regime de república autônoma, está sob controle de forças pró-Moscou desde 28 de fevereiro.

O parlamento da Crimeia, que possui maioria de representantes pró-Moscou, pediu nesta quinta-feira ao presidente Vladimir Putin que examine uma moção de adesão à Rússia e anunciou um referendo em 16 de março na península ucraniana para validar o pedido.

Protesto aconteceu na frente do parlamento da Crimeia | David Mdzinarishvili / Reuters Protesto aconteceu na frente do parlamento da Crimeia | David Mdzinarishvili / Reuters

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo