Ministro russo deixa Paris sem se reunir com chanceler ucraniano

Por Tercio Braga
Lavrov disse que mais discussões sobre a Ucrânia iriam acontecer Lavrov disse que mais discussões sobre a Ucrânia iriam acontecer ‘nos próximos dias’ | Philippe Wojazer/Reuters

O ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, deixou as negociações sobre a crise ucraniana em Paris nesta quarta-feira sem ter se reunido com seu homólogo ucraniano, disseram diplomatas ocidentais.

Leia também
• Berd deve investir 5 bilhões de euros na Ucrânia
• Embaixador brasileiro diz que clima é tranquilo em Kiev
• Rússia assume base de lançamento de mísseis na Crimeia

Lavrov, que mais cedo se reuniu com os ministros das Relações Exteriores de Estados Unidos, França, Alemanha e Grã-Bretanha, disse que mais discussões sobre a Ucrânia iriam acontecer “nos próximos dias”.

“Estamos todos preocupados com o que está acontecendo lá”, disse ele a jornalistas ao deixar o Ministério das Relações Exteriores francês.

“Nós concordamos em continuar essas discussões nos próximos dias para ver a melhor forma de ajudar a estabilizar e normalizar a situação e superar a crise”, acrescentou Lavrov.

Mais cedo, um alto funcionário do Departamento de Estado norte-americano negou relatos russos de que Moscou e as potências ocidentais haviam concordado que o governo ucraniano e a oposição precisariam manter o acordo de paz mediado pela União Europeia antes da queda do governo.

“Não houve acordos neste encontro, e nunca haverá sem o envolvimento direto do governo ucraniano e adesão absoluta”, disse a autoridade.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo