Famílias separadas pela Guerra da Coreia se reencontram

Por Tercio Braga

A emoção marcou o primeiro encontro, desde 2010, de famílias separadas pela Guerra da Coreia. 140 sul-coreanos cruzaram a fronteira, a bordo de dez ônibus, para se reunir com 180 familiares que vivem no norte. O grupo de visitantes é formado, na maioria, por idosos – muitos com graves problemas de saúde.

O encontro foi emotivo, porque muitos estavam sem se falar há 60 anos. Os participantes, escolhidos por sorteio, levaram presentes, fotos e vídeos para entregar aos familiares. A reunião acontece em um resort de Mount Kumgang, na Coreia do Norte, durante três dias.

No domingo, será a vez de um grupo de 88 norte-coreanos se reunir com 361 parentes do sul. A última edição do encontro de famílias separadas pela Guerra da Coreia aconteceu em 2010.

Irmãos voltam a se encontrar | Lee Ji-eun/Reuters Irmãos voltam a se encontrar | Lee Ji-eun/Reuters
Irmãos se emocionam no reencontro | Korea Pool/Reuters Irmãos se emocionam no reencontro | Korea Pool/Reuters
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo