Maduro expulsa 3 funcionários da embaixada dos EUA em Caracas

Por george.ferreira

Presidente da Venezuela expulsa três funcionários da embaixada dos Estados Unidos, em Caracas. O país latino vive protestos e o acirramento da disputa política entre governo e oposição.

Leia mais:

• Após protestos, polícia busca líder da oposição venezuelana

Em um vídeo divulgado no Twitter, o líder das manifestações de oposição, Leopoldo López, afirmou que ainda está na Venezuela, apesar de ser procurado pela polícia por incitar as recentes manifestações. Ele ressaltou que comparecerá ao ato marcado para esta terça-feira, em Caracas. Na quarta-feira passada, um protesto de estudantes terminou em confronto com a polícia. Três pessoas morreram e dezenas ficaram feridas.

Desde então as manifestações contra o governo de Nicolás Maduro são diárias. As emissoras de tevê e rádio, que somente funcionam com permissão do governo, não cobrem o que acontece nas ruas. O presidente voltou a acusar os Estados Unidos de intromissão em assuntos internos da Venezuela e expulsou três funcionários da Embaixada norte-americana, acusando-os de ter atividades em universidades particulares do país. Eles estariam mantendo reuniões secretas nessas instituições havia dois meses, segundo Maduro.

 

 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo