História de homem que ficou à deriva por 13 meses causa polêmica

Por fabiosaraiva
O náufrago José Salvador Albarengo  | Reprodução/TV One/N. Zelândia O náufrago José Salvador Albarengo
| Reprodução/TV One/N. Zelândia

A história do homem que passou 13 meses à deriva se alimentado de peixes, aves, água da chuva e sangue de tartaruga tem levantado polêmicas. Muitos questionam se a história é realmente verdadeira.

Leia mais:

‘Achava que ia ficar louco’, diz náufrago salvadorenho

Pescador salvadorenho é resgatado após ficar mais de um ano no mar

O salvadorenho José Salvador Alvarenga, resgatado num atol perto das lhas Marshall, diz ter sobrevivido por mais de 13 meses no oceano Pacífico depois de ter deixado o México com destino a El Salvador.

Pescadores mexicanos reconheceram Alvarenga por fotos e confirmaram que ele foi visto pela última vez há mais de um ano, mas a boa aparência do náufrago gerou muitas dúvidas. Os médicos que o examinaram disseram que ele não está desidratado, nem desnutrido.

O que torna a história ainda mais difícil de acreditar, além do tempo que ele teria ficado no mar, é a distância percorrida: 12 mil e 500 quilômetros.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo