Greve no metrô de Londres afeta 3 milhões de passageiros

Por Tercio Braga
A greve é em protesto ao anúncio do corte de mil vagas de trabalho | Luke MacGregor/Reuters A greve é em protesto ao anúncio do corte de mil vagas de trabalho | Luke MacGregor/Reuters

Greve no metrô de Londres afeta milhões de usuários desde terça-feira (4). Os metroviários dos dois maiores sindicatos da capital inglesa iniciaram uma paralisação de 48 horas na noite de terça-feira. A greve é em protesto ao anúncio do corte de mil vagas de trabalho e do fechamento de bilheterias do metrô de Londres.

As medidas fazem parte de um plano de modernização da rede, que transporta três milhões de passageiros por dia. Nesta quarta-feira (5), algumas estações permaneceram fechadas. Usuários enfrentaram longas filas ou optaram por outros meios de transporte, enquanto o metrô mais antigo do mundo funcionava em operação padrão. Uma nova paralisação de 48 horas está programada para a próxima semana.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo