Relíquia roubada de João Paulo II é encontrada, diz bispo italiano

Por Caio Cuccino Teixeira
Santuário de onde foi roubada a relíquia do papa João Paulo II | Max Rossi/Reuters Santuário de onde foi roubada a relíquia do papa João Paulo II | Max Rossi/Reuters

O bispo auxiliar da cidade italiana de Áquila, italiano, anunciou nesta sexta-feira que foi encontrada a relíquia de João Paulo II – um pedaço de pano da batina que ficou manchado de sangue no atentado de 1981. A relíquia foi roubada no último sábado na Igreja de São Pedro de Ienca, em Áquila, na região de Abruzzo.

O bispo explicou que o pedaço de pano foi encontrado na garagem da casa de um dos três jovens detidos na quinta-feira, autores confessos do roubo.

D’Ercole disse que faltam alguns fios, mas que as autoridades continuam a procurá-los, já que os ladrões estavam interessados apenas em dois fios de ouro, de pouco valor, que também estavam no relicário. Segundo a polícia italiana, os jovens pretendiam vender o relicário. Os detidos, de 23, 24 e 18 anos, foram libertados.

Esta relíquia, uma das três que contêm o sangue de Karol Wojtyla, é um pequeno pedaço da batina de João Paulo 2º, que ficou manchada de sangue durante o atentado que sofreu na praça de São Pedro, em 13 de maio de 1981.

Veja as fotos:

Janela arrombada pelos ladrões que levaram a relíquia do papa João Paulo II | Max Rossi/Reuters Janela arrombada pelos ladrões que levaram a relíquia do papa João Paulo II | Max Rossi/Reuters
Estátua de João Paulo II na entrada da igreja em Áquila, na Itália | Max Rossi/Reuters Estátua de João Paulo II na entrada da igreja em Áquila, na Itália | Max Rossi/Reuters
Detalhe do cofre de vidro de onde foi roubada a relíquia do papa João Paulo II | Max Rossi/Reuters Detalhe do cofre de vidro de onde foi roubada a relíquia do papa João Paulo II | Max Rossi/Reuters
Relíquia roubada com o sangue do papa João Paulo II | Max Rossi/Reuters Relíquia roubada com o sangue do papa João Paulo II | Max Rossi/Reuters
Santuário de onde foi roubada a relíquia do papa João Paulo II | Max Rossi/Reuters Santuário de onde foi roubada a relíquia do papa João Paulo II | Max Rossi/Reuters
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo