Brasil ouve explicações dos Estados Unidos sobre espionagem

Por fabiosaraiva
O ministro Luiz Alberto Figueiredo, em Brasília | Antonio Cruz/Agência Brasil O ministro Luiz Alberto Figueiredo, em Brasília | Antonio Cruz/Agência Brasil

O ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, se reuniu nesta quinta-feira novamente com a conselheira de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Susan Rice. A agenda entre Rice e Figueiredo era ampla, mas o tema da privacidade digital dominou o encontro. Na primeira reunião entre ambos, em setembro de 2013, Rice classificou as demandas do Brasil de “legítimas”.

Estiveram em pauta a revisão no monitoramento eletrônico da NSA (sigla em inglês de Agência de Segurança Nacional), anunciada pelo governo norte-americano, e as reformas que serão implementadas segundo instruções do presidente Barack Obama.

Após o encontro, em Washington, o ministro brasileiro procurou manter sigilo sobre o conteúdo da conversa de 43 minutos com Rice ao falar com os jornalistas. Evitou inclusive indicar se ficou satisfeito com o progresso dos encontros. Apenas reafirmou que a reunião faz parte de um processo e vai levar o resultado para análise da presidente Dilma Rousseff, que decidirá o que fazer e quais os próximos passos a dar.

“Não posso falar sobre o conteúdo do que foi conversado”, afirmou o ministro. “Isso faz parte de um processo. As explicações serão analisadas pelo governo e a presidenta Dilma vai decidir os próximos passos”.

Além de Rice, o ministro se reuniu também com o representante de Comércio Internacional dos Estados Unidos, Michael Froman. E tratou, entre outros assuntos, de uma disputa sobre algodão.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo