Ex-presidente do Egito pode ser condenado à morte

Por Tercio Braga
Mohamed Mursi, ex-presidente do Egito | Reprodução TV/Reuters Mohamed Mursi, ex-presidente do Egito | Reprodução TV/Reuters

O presidente deposto do Egito começou a enfrentar seu segundo julgamento. Ele pode ser condenado à morte. Mohamed Mursi é acusado de organizar fugas de prisões durante a revolta popular que derrubou o ditador Hosni Mubarak, em 2011. Cerca de 20 mil detentos, inclusive ele, escaparam de presídios na época.

Depois, Mursi foi eleito presidente na primeira eleição democrática do Egito, mas acabou derrubado por um golpe militar sete meses atrás. Ele é processado também por incitar a violência e ordenar a morte de manifestantes contrários ao seu governo e ao grupo irmandade muçulmana.

Também nesta terça-feira, um general ligado ao ministério do Interior foi assassinado por dois homens armados na porta de casa.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo