Nevasca cancela mais de 2 mil voos e ameaça Washington

Por Tercio Braga
As temperaturas estarão abaixo do normal, chegando à mínima de 12 graus Celsius, com ventos de 56 quilômetros por hora | Chip Somodevilla/Getty Images As temperaturas estarão abaixo do normal, chegando à mínima de 12 graus Celsius, com ventos de 56 quilômetros por hora | Chip Somodevilla/Getty Images

O nordeste dos Estados Unidos se prepara nesta terça-feira para enfrentar uma nova tempestade de neve, que poderia acumular até 30 centímetros de neve em alguns pontos do país, segundo previsões de meteorologistas.

Escritórios do governo americano fecharam as portas por causa da aproximação de uma frente fria e pediu aos trabalhadores públicos que permanecessem em casa. Devido a ventos de 32 quilômetros por hora que varriam as ruas, muitas escolas fecharam as portas.

Os meteorologistas anunciaram que é esperada a queda de neve em Washington suficiente para transformar a hora do rush na volta para casa em um pesadelo no trânsito, enquanto a tempestade mantinha sua trajetória para Nova York e Nova Inglaterra, no nordeste.

O Serviço Nacional Meteorológico advertiu que está previsto que a Nova Inglaterra seja o estado mais atingido, com fortes ventos e nevascas.

O blog do jornal The Washington Post previu um acúmulo de até 25 centímetros de neve em Washington, além de temperaturas abaixo de zero no restante da semana.

O site FlightAware, que monitora o tráfego aéreo, indicou que mais de 2.800 voos, fora e dentro dos Estados Unidos, tinham sido cancelados. Nova York, Filadélfia e Washington eram os mais afetados.

Em Nova York, foi anunciado um alerta para tempestades do meio-dia de terça-feira até as 06h (09h em Brasília) de quarta, com uma previsão de até 30 centímetros de neve na região metropolitana.

As temperaturas estarão abaixo do normal, chegando à mínima de 12 graus Celsius, com ventos de 56 quilômetros por hora.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo