Destruição de armas químicas da Síria acabará em junho

Por Tercio Braga

A destruição das armas químicas da Síria será concluída com três meses de atraso. A informação foi dada, nesta quinta-feira, pelo chefe da Organização para a Proibição de Armas Químicas da ONU. Segundo Ahmet Uzumcu, a remoção e a destruição dos agentes mais perigosos do arsenal químico da Síria não devem ser concluídas antes do fim de junho por problemas logísticos e de segurança.

A destruição dos agentes químicos do gás mostarda e do gás sarin, por exemplo, estava prevista para ser concluída até março, mas a guerra civil, problemas climáticos e a burocracia prejudicaram o andamento do processo.

Mais de 16 toneladas do total de 560 toneladas dos produtos químicos foram transferidos até o momento para uma embarcação dinamarquesa.

O navio aguarda em águas internacionais pela chegada de mais carregamentos. Os elementos químicos serão transferidos para uma embarcação norte-americana, num porto italiano, para depois serem destruídas no mar.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo