Dinamarquesa é vítima de estupro coletivo na Índia

Por talita

Uma mulher dinamarquesa foi vítima de um estupro coletivo na terça-feira no centro de Nova Délhi, indicou nesta quarta-feira a polícia indiana. A mulher, de 51 anos, foi agredida por um grupo de ao menos seis homens depois de perguntar a eles como chegar ao seu hotel em um bairro turístico no centro da capital indiana. “Estava perdida quando ocorreu o incidente. A polícia identificou os suspeitos, que estão sendo interrogados”, declarou à um porta-voz da polícia de Nova Délhi, Rajan Bhagat.

Quando finalmente conseguiu chegar ao seu hotel, no bairro de Paharganj, a mulher explicou a uma amiga que havia sido estuprada, indicou o porta-voz policial. A turista, que acabava de visitar um museu, perguntou como chegar ao seu hotel a um grupo de homens perto da estação de Délhi. Mas eles a levaram a um local isolado e a estupraram ameaçando-a com uma faca, indicou a agência Press Trust of India citando fontes policiais.

De acordo com o “The Times of India”, a mulher e sua amiga estavam na Índia há uma semana e visitaram primeiro a cidade de Agra, antes de chegar na terça-feira a Nova Délhi. Há dez dias, uma mulher polonesa foi supostamente drogada e estuprada por um taxista quando se dirigia à capital com sua filha de dois anos.

Em dezembro, a Índia lembrou o primeiro ano da morte de uma estudante que sofreu um estupro coletivo em Nova Délhi, falecendo posteriormente como consequência de seus ferimentos. O caso comoveu todo o país e colocou em evidência a violência contra as mulheres.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo