Ariel Sharon é enterrado em fazenda da família nesta segunda

Por BAND

O general e ex-primeiro-ministro israelense Ariel Sharon, falecido no último sábado, foi enterrado nesta segunda-feira na fazenda de sua família localizada no sul de Israel, ao lado de sua segunda esposa Lily, como desejava, informou um correspondente da AFP.

Durante o funeral militar, oito generais transportaram o caixão, envolvido na bandeira branca e azul com a estrela de David, enquanto um cantor entoava uma oração tradicional para os mortos. Depois de retirar a bandeira, baixaram o caixão até o túmulo e o cobriram com terra.

Como manda a tradição, um rabino militar se aproximou dos dois filhos de Sharon, Omri e Gilad, e fez um corte em suas camisas em sinal de luto.

“Arik, o comandante. Teve muitos títulos através dos anos, mas acredito que este é o que lhe cai melhor”, declarou o chefe de Estado-Maior, o tenente general Benny Gantz, utilizando o apelido de Sharon.

Entre as personalidades estrangeiras presentes se destacaram na primeira fila o vice-presidente americano, Joe Biden, e o ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair, emissário do Quarteto para o Oriente Médio.

Sharon, que nasceu em uma comunidade agrícola no norte de Tel Aviv em 1928, queria ser enterrado na fazenda Sicomoros, no deserto do Neguev (sul), a poucos quilômetros da Faixa de Gaza, dirigida pelo Hamas.

Sharon, de 85 anos, havia permanecido oito anos em coma, como consequência de um derrame cerebral ocorrido em janeiro de 2006.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo